7000 franceses instalaram-se em Portugal em 2014

06 de Maio de 2015

Segundo a Câmara de Comércio e da Indústria franco-portuguesa (CCIFP), em 2014 mais de 7 000 franceses instalaram-se em Portugal, o que representou «três vezes o número de franceses que deixaram a França por Portugal no ano de 2013”.

Em declarações ao “Le Quotidien du Tourisme”, o presidente da CCIFP, Carlos Vinhas Pereira, declara que o factor determinante que impulsionou este fenómeno foi a decisão tomada pelo Governo Português em 2013 de isentar do imposto de rendimento os aposentados franceses instalados em Portugal”. Referindo, igualmente, que o país possui tudo aquilo que os franceses procuram num lugar de destino: “O património natural e cultural, o clima, a maneira de viver, os lazeres, o preço do imobiliário e o moderado custo de vida”.

O crescente interesse dos franceses por Portugal é explicado igualmente pela segurança de que goza o país, num momento em que muitos dos seus destinos no norte de África apresentam problemas de instabilidade e a opinião pública gaulesa foi gravemente atingida pelo terrorismo islâmico na sequência do ataque do jornal satírico Charlie Hebdo.

 Para responder a essa procura, a Câmara de Comércio e da Indústria franco-portuguesa organiza o Salão do Imobiliário e do Turismo Português em Paris, que já vai na 4.ª edição e terá lugar, de 5 a 7 junho próximo, no Hall 5.1 do Parque de Exposições na Porta de Versailles. A organização não tem dúvida que este será o maior certame de sempre, quer em termos de número de expositores como de visitantes, estimados em mais de 25 000.

Ainda para responder ao crescente interesse dos franceses por Portugal e à necessidade de diversificação num país tão grande como a França, a CCIFP organiza este ano a 1.ª edição Salão do Imobiliário e do Turismo Português em Lyon, que decorrerá de a 5 de julho no Centro de Congressos da cidade.